Guia prático: saiba tudo sobre colágeno para a pele

Guia prático: saiba tudo sobre colágeno para a pele

Você sabe qual é a importância e quais são os benefícios do colágeno para a pele? Nesta matéria, você vai entender como essa proteína age, opções de tratamentos e dicas de estímulo para aumentar a produção da substância no organismo. Continue com a gente e saiba tudo sobre o assunto. 

Qual a importância do colágeno para a pele?

O número de pesquisas em sites de buscas sobre  “o que colágeno faz?” é alto, pois muita gente ainda não faz ideia da importância dessa substância na nossa saúde. Conhecida por muitos apenas no universo da estética, ela é essencial para todo o nosso corpo.

A proteína é a mais abundante no nosso organismo, contribuindo para a sustentação de músculos, ossos, articulações e tendões, para a saúde de cabelos e unhas, além de conferir resistência e elasticidade à pele. 

O tecido da pele é formado quase totalmente por colágeno: cerca de 95%. “Ele garante firmeza e elasticidade. Ou seja, sem colágeno, o resultado é uma pele flácida e envelhecida”, conta a dermatologista Lucila D’Amico Póvoa (@dralucilapovoadermato). 

Efeitos da perda do colágeno

Um dos principais motivos para o envelhecimento da pele é a perda dessa proteína pelo organismo durante a vida. “A quantidade de colágeno é reduzida em cerca de 1% por ano ao longo da vida adulta, começando por volta dos 40 anos nas mulheres e um pouco mais tarde nos homens (lá pelos 50)”, explica a médica.

E não é só isso: a diminuição gradual da produção de colágeno ainda é acompanhada pelo aumento da degradação dessa proteína: as fibras que restam ficam desorganizadas, mais compactas e fragmentadas. “A soma dessas variáveis tem como resultado uma pele envelhecida”, resume Lucila.

Além da idade, a menopausa é outro fator que acelera essas alterações na pele da mulher. Nessa fase, ocorre uma perda progressiva de colágeno, que atinge seu pico nos primeiros cinco anos, com queda de até 30%. 

Depois disso, a perda da proteína fica entre 1% e 2% ao ano. “A terapia de reposição hormonal permite uma recuperação parcial, mas nem todas as pacientes podem utilizá-la”, alerta a dermatologista.

Saiba como estimular a produção de colágeno da sua pele

Você sabia que existem opções de tratamentos para estimular a produção desta proteína? Confira as nossas dicas especiais de colágeno para o rosto e para todo o corpo.

Dieta

Para diminuir os efeitos da perda de colágeno, como a flacidez de pele, por exemplo, é importante adotar uma dieta rica em proteínas, principalmente de origem animal, presentes nas carnes, ovos e laticínios.

Proteção solar e suplementação oral

Quando o assunto é colágeno para a pele, a proteção solar também é fundamental, já que o sol degrada as fibras elásticas da cútis. Além desses cuidados gerais, existem tratamentos mais específicos, como a suplementação oral de colágeno hidrolisado e procedimentos estéticos que resultam na formação da proteína.

O consumo de colágeno hidrolisado é uma maneira eficaz de estimular a produção da proteína e visto por muitos profissionais como o melhor colágeno. Ele também aumenta a formação de ácido hialurônico, que ajuda a manter a pele elástica e hidratada.

“Vários estudos têm demonstrado que os peptídeos de colágeno podem atingir a pele, cartilagem, ossos e músculos e permanecer nesses tecidos até 14 dias após uma única ingestão”, conta Lucila. 

Poupança de colágeno

Os bioestimuladores, como o ácido polilático e a hidroxiapatita de cálcio são alternativas para frear a perda do colágeno. Eles são injetados na pele e estimulam a síntese da proteína pelo organismo, melhorando a firmeza e a textura. A aplicação pode ser feita na face, no pescoço, nos braços, pernas, glúteos e abdômen.

“Após a aplicação, o novo colágeno para a pele começa a ser formado no primeiro mês e continua a aumentar num período de nove meses a um ano, o que chamamos de ‘poupança de colágeno’. Indicamos a aplicação a partir dos 30 anos, uma a duas vezes por ano”, orienta a dermatologista.

Ultrassom com alta intensidade

Outra indicação de colágeno para a pele é o tratamento com aparelhos de ultrassom focado de alta intensidade (HIFU, na sigla em inglês). A energia do ultrassom é direcionada em um ponto abaixo da superfície da pele, o que faz com que o colágeno “encolha” imediatamente.

“Enquanto o tecido retrai e fica mais firme sem danificar a camada mais externa da pele, esse intenso ataque de ultrassom também dá início à síntese de colágeno novo. O procedimento pode ser feito uma a duas vezes por ano”, diz a médica.

Um dos principais benefícios dessa opção de tratamento com colágeno é que não há restrições à exposição ao sol após a aplicação da substância, pois a superfície da pele não fica marcada. 

Cuide da sua pele

Agora você já sabe como o colágeno funciona e a importância dele para nossa saúde. Se ficou com interesse em realizar algum dos tratamentos que apresentamos, não esqueça de fazer uma visita ao seu dermatologista antes de tomar qualquer decisão. Lembre-se sempre de cuidar bem da sua pele. 

CONTEÚDOS RELACIONADOS

5 1 vote
Avaliar este post
Inscreva-se
Me avise sobre:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp