Quais são as diferenças entre os tipos de pele?

Quais são as diferenças entre os tipos de pele?

Existem diferentes tipos de peles que podem ser classificadas de acordo com vários critérios. Um deles é através da atividade das glândulas sebáceas, responsáveis por produzir o sebo. 

Em outras palavras, diferenciamos os tipos de pele de acordo com a oleosidade presente nela, em maior ou menor quantidade.

“O sebo vai se intensificar na puberdade. Aí podemos classificar a pele, de acordo com a intensidade da produção, em secas, normais, mistas ou oleosas”, explica a dermatologista Flávia Addor, convidada para explicar melhor sobre o tema. 

Lembrando que essas categorias valem apenas para a pele do rosto – por ser mais delicada e exposta –, venha saber mais sobre este assunto.

Como descobrir qual é o seu tipo de pele 

Não foi muito complicado entender o que essas classificações levam em conta, não é? Agora é hora de pensar: “afinal, como saber meu tipo de pele?”.

Para descobrir, você deve observar algumas características dela: 

Pele seca – Normalmente tem uma textura mais áspera, um aspecto mais opaco e poros fechados, quase imperceptíveis. 

Pele normal – Também tem poros pequenos, mas seu toque é macio. Esse tipo de pele tem um brilho leve, que transparece o equilíbrio da produção de sebo. 

Pele mista – Caracteriza-se por maior oleosidade apenas na zona T (testa, nariz e queixo), onde os poros são mais dilatados e o brilho é excessivo. A pele ao redor da zona T pode ser normal ou até com tendência ao ressecamento.

Pele oleosa – Tem as mesmas características da mista. A diferença é que elas abrangem toda a face, inclusive as bochechas. 

Mesmo conhecendo quais são os tipos de pele e as diferenças entre eles, você ainda ficou em dúvida sobre em qual categoria a sua se encaixa? 

Então a melhor maneira de tirar suas dúvidas é fazer uma avaliação com dermatologistas. Considerando ainda que ele poderá indicar os melhores produtos para, por exemplo, controlar a oleosidade excessiva da pele e hidratá-la.

Quais são as diferenças no skincare para cada tipo de pele? 

A fórmula limpeza + hidratação + fotoproteção é básica para o skincare de todo mundo. A pele normal tem a vantagem de ser balanceada por natureza. Mas as secas, mistas e oleosas têm necessidades diferentes e pedem produtos específicos para mantê-las em equilíbrio.

Pele seca 

Para a limpeza da pele seca, o mais indicado são sabonetes que respeitem a barreira de gordura desse tipo de pele, que já é naturalmente menor. Por isso, os produtos com propriedades hidratantes são a melhor opção. 

“A hidratação deve ser feita com ativos emolientes (que repõem a porção lipídica e retêm água) e umectantes (que atraem água), sempre com uma textura mais encorpada”, indica Flávia. 

Para o protetor solar e outros dermocosméticos complementares no skincare, aposte naqueles com fórmulas mais hidratantes. 

Pele mista e oleosa 

Nas peles mistas e oleosas, a palavra-chave para a higienização é equilíbrio. Os sabonetes precisam remover o excesso de oleosidade sem ressecar, para não causar irritações nem o efeito rebote. E lembre-se que é importante lavar o rosto no máximo duas vezes por dia. 

E a hidratação não pode ser deixada de lado no skincare desses dois tipos de pele. Produtos em gel, gel creme e séruns são os mais recomendados. 

Para o protetor solar, vale investir naqueles que possuem tecnologia para controle de oleosidade e toque seco. 

Cuidados extras 

A água micelar, por exemplo, é um produto que complementa a rotina de cuidados diários, contribuindo para a limpeza da pele e que pode ser usado por todas as pessoas.

E, lembrando que oleosidade não é sinônimo de hidratação, como citado anteriormente, não hesite em usar cosméticos com essa função, assim como o protetor solar, item essencial nos cuidados pessoais.

“Todos os tipos de pele também merecem antioxidantes. É um mito achar que a pele seca envelhece mais rápido que as outras. Todas estão sujeitas às agressões do sol e da poluição”, alerta a dermatologista.

Problemas e doenças mais comuns em cada tipo de pele 

A oleosidade ou o ressecamento podem contribuir para o aparecimento de certas condições de pele. Por exemplo: dermatite de contato e irritações causadas por produtos inadequados ou lavagem excessiva são alguns dos problemas comuns na pele seca, que normalmente é mais sensível. 

Na pele mista, são frequentes casos de acne leve e de dermatite seborreica (inflamação causada pelo excesso de sebo), mas ambas restritas à zona T. Já na pele oleosa, tanto a acne (que pode ter graus variados) quanto a dermatite seborreica são mais espalhadas pelo rosto. 

A pele normal, apesar de não apresentar desequilíbrios, está sujeita a ter manchas, assim como os outros tipos. Nem toda doença de pele tem a ver com o excesso de sebo ou a falta dele.

Então, conseguiu identificar qual é o seu tipo de pele? Nossa dica é sempre consultar dermatologistas em caso de maiores dúvidas, para receber as indicações dos melhores produtos para você. 

Por fim, basta aproveitar o início do ano para criar uma rotina de skincare e transformar a sua pele.

CONTEÚDOS RELACIONADOS

5 5 votes
O quanto este conteúdo te ajudou?
Inscreva-se
Me avise sobre:
guest
6 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Marli Pardinho
Marli Pardinho
11 meses atrás

Adorei a dica agora Descobriu Qual o meu tipo de pele

BEYOUNG
BEYOUNG
Reply to  Marli Pardinho
6 meses atrás

Que bom Marli! Mas lembre-se de ir ao dermatologista pelo menos uma vez por ano  🖤

Jamily
Jamily
11 meses atrás

👏🏾👏🏾👏🏾

BEYOUNG
BEYOUNG
Reply to  Jamily
6 meses atrás

🖤 🖤 🖤

Leticia
Leticia
9 meses atrás

Amei a dica! Minha pele é mista 🙂

BEYOUNG
BEYOUNG
Reply to  Leticia
6 meses atrás

Oi, Leticia! Agora que você já sabe o seu tipo de pele, conte com Beyoung para a sua rotina de cuidados   🖤

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp