Um papo sobre amor próprio com Duda Riedel

Um papo sobre amor próprio com Duda Riedel

O amor próprio e a autoestima estão relacionados ao bem-estar. Atriz, jornalista e escritora, achamos que não havia ninguém melhor para falar sobre o tema no Beyoung Blog do que a Duda Riedel (@dudariedel).

“Autocuidado é a chave para o amor próprio e para parar com a dependência emocional.”



Mas o que é autoestima e autoconhecimento? Como se sentir consigo? Isso e muito mais você confere a seguir, além de dicas especiais compartilhadas pela Duda. Continue a leitura para saber mais.

Autoestima, amor próprio e sua importância na vida

A autoestima é um dos principais pilares para nos sentirmos bem com quem somos, e o amor próprio é parte essencial desse processo, afinal, nós temos que querer o melhor para nós tanto quanto desejamos aos outros.

Assim, destacamos que cuidar do corpo e da mente deve ser uma tarefa prazerosa, por amor a quem somos, e não por descontentamento, ponto observado pela Duda, que comenta: “depois que comecei a fazer coisas que me dão prazer, eu entendi o quanto me faz bem cuidar de mim mesma. E agora não fico mais triste quando alguém não faz algo por mim, pois eu mesma já faço.”

Dicas para se olhar com mais atenção

Com dois livros publicados sobre auto aceitação, abraçar seus sentimentos e se priorizar, pedimos para Duda dar algumas dicas de o que fazer para se olhar com mais atenção e ela revela as principais:

1. Autoconhecimento;
2. Aprender a se valorizar;
3. Fazer atividades que te dão bem-estar;
4. Fazer terapia;
5. Não remoer o passado.

E ela completa dizendo como é possível aplicar essas dicas de forma prática e fácil na rotina: “o autoconhecimento se descobre através de leitura e também de bastante terapia, já a valorização pessoal vem mediante a uma profunda conexão com você. Quando aprendemos e compreendemos nossa importância, imediatamente paramos de deixar os outros nos fazerem pensar que não somos bons o suficiente.”

“Terapia é a chave pra tudo nessa vida. Saúde mental em dia transforma nossa rotina”

Por fim, Duda conta sobre a importância da terapia em sua vida e acrescenta: “depois que eu entendi que eu não posso, e nem devo, ficar me culpando pelo que já passou, eu comecei a seguir adiante com mais leveza.”

Então, ela diz ainda que, quando a gente começa a praticar o exercício diário de se amar, se cuidar e se valorizar, a vida caminha mais leve, porque você começa a enxergar ela de uma forma mais branda. 

“Hoje eu percebo que eu tenho controle da minha vida e das minhas escolhas. E, mais do que nunca, eu vejo que quando eu me coloco em primeiro lugar as coisas se tornam confortáveis pra mim”, finaliza.

CONTEÚDOS RELACIONADOS

0 0 votes
O quanto este conteúdo te ajudou?
Inscreva-se
Me avise sobre:
guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Raires Gomes
Raires Gomes
1 mês atrás

Duda maravilhosa <3

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp