6 dicas para cuidar da pele oleosa

6 dicas para cuidar da pele oleosa

A pele oleosa é um tipo de pele como todos os outros, porém, em excesso, a oleosidade pode se tornar um incômodo, em especial para quem tem pele acneica, além de poder sinalizar algum desequilíbrio hormonal, por exemplo, que deve ser avaliado por dermatologistas.

E, para te ajudar com algumas dicas para controlar a oleosidade da pele, contamos com o auxílio da dermatologista Jackeline Mota, que revelou ainda as principais causas deste problema. Confira o que ela nos contou a seguir e anote todas as dicas. 

Afinal, o que é a oleosidade da pele?

De acordo com a dermatologista, a oleosidade da pele é resultado da secreção das glândulas sebáceas, comum em quem apresenta poros dilatados. A maior parte dessas glândulas se concentra no rosto (principalmente no centro da face e na zona T – testa, nariz e queixo) e no couro cabeludo, já no corpo, elas se encontram em maior quantidade no dorso e também na região do colo e do peito.

Porém, ainda que a oleosidade da pele seja algo natural, que pode variar conforme a idade, em algumas pessoas ela se torna excessiva. “A oleosidade extrema da pele deve ser avaliada em relação a doenças hormonais ou ao uso de medicamentos que aumentam a produção de sebo”, explica a Dra. Jackeline.

Causas do excesso de oleosidade

A produção de sebo sofre influência dos hormônios andrógenos, ou masculinos, como a testosterona. Por isso, algumas doenças, como a síndrome dos ovários policísticos, em que os níveis de testosterona ficam mais altos que o normal, aumentam a oleosidade da pele, pois, quando estão desregulados, esses hormônios podem inclusive desencadear a acne na mulher adulta.

Além disso, o uso de esteroides anabolizantes (hormônios masculinos sintéticos) para ganho de massa magra também costuma causar acne, principalmente no dorso e no tórax anterior, devido ao aumento da oleosidade da pele.

“Uma dieta inadequada, a exposição excessiva ao sol, o tabagismo e o consumo insuficiente de água são outros fatores que contribuem para o excesso de oleosidade”, complementa a médica.

Então, para saber ao certo a razão de sua pele produzir tanta oleosidade, o ideal é sempre procurar o auxílio de dermatologistas, que podem indicar os produtos corretos e aconselhar na rotina ideal para que seja possível ter um controle de oleosidade de dentro para fora e de fora para dentro. 

6 dicas para controlar a oleosidade

Agora que você já sabe o que é a oleosidade da pele e suas principais causas, é o momento de conferir as 6 dicas que a Dra. Jackeline deu para auxiliar no tratamento pele oleosa, veja quais são elas:

1 – Use o sabonete correto 

Lavar o rosto com sabonete apropriado ao seu tipo de pele – seja ela oleosa, seca, mista ou normal – ajuda a controlar a produção de sebo e de acne, sem deixar a pele ressecada, então se atente para usar o sabonete correto.

2 – Não limpe a pele excessivamente

Não lave o rosto mais do que duas vezes por dia sem que haja necessidade, pois isso pode causar o efeito rebote e aumentar a oleosidade da pele. Ao longo do dia, se sentir a pele muito oleosa, pressione um lenço limpo sobre ela com delicadeza.

3 – Aposte em um tônico para trazer equilíbrio

Tonificar ajuda a equilibrar o pH da pele e a prepará-la para receber o hidratante. Mas evite os tônicos à base de álcool, já que eles removem muito o óleo da pele, e podem deixá-la irritada e sensibilizada, além disso, outros produtos que cuidam do pH da pele também podem ser uma boa pedida para a rotina de skincare de uma pele oleosa.

4 – O hidratante é essencial

Sim, a hidratação da pele oleosa é importante, pois a oleosidade não significa hidratação. Mas é fundamental escolher os produtos adequados que não sejam comedogênicos, por exemplo, pois eles causam o entupimento dos poros. “Prefira os hidratantes com textura leve, que podem ser em forma de gel, gel creme, sérum, emulsões ou loções oil-free”, aconselha a Dra. Jackeline.

5 – Não esqueça do protetor solar

A mesma lógica do hidratante vale para o protetor solar, que precisa ser adequado ao seu tipo de pele. Então procure sempre optar pelos que dizem ser oil-free, pois eles não possuem óleo na composição e, logo, vão deixar a pele com toque seco por mais tempo.

6 – Se atente na hora da maquiagem

Quem sofre com a oleosidade também deve se atentar na hora de comprar os produtos de maquiagem. A orientação aqui é escolher aqueles indicados para pele oleosa, também chamados de oil control, ou skinfriendly, que cuidam da pele enquanto maquia, além de apostar em uma camada fina de pó para selar a maquiagem.

E agora, que tal fazer um skincare?

Com esses passos, você tem informações poderosas para combater a oleosidade, então, que tal aproveitar para fazer um skincare de pele oleosa? 

Lembrando sempre que os produtos adequados fazem toda a diferença, não se esqueça de que a água fria para lavar o rosto também é essencial para a saúde da pele e continue sempre cuidando deste que é o maior órgão do nosso corpo.

CONTEÚDOS RELACIONADOS

0 0 votes
O quanto este conteúdo te ajudou?
Inscreva-se
Me avise sobre:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp