5 principais erros ao passar protetor solar

5 principais erros ao passar protetor solar

Passar protetor solar é algo que deve fazer parte da rotina de todas as pessoas, mas é comum que alguns erros passem despercebidos no dia a dia.

Assim, separamos aqui os 5 principais erros ao passar protetor solar que você pode estar cometendo sem perceber. 

Confira quais são eles a seguir e se atente para não repeti-los mais, afinal, utilizar esse produto da forma correta é essencial para manter a saúde da pele.

1. Usar apenas no verão ou fora de casa: o protetor solar, ainda que o nome se refira diretamente ao sol, é um produto que deve ser usado diariamente, seja em dias frios e nublados, dentro de casa ou no parque em uma tarde de verão – pois mesmo sem exposição direta ao sol, ainda recebemos radiação, e até a iluminação de ambientes fechados pode prejudicar a pele. Assim, parte essencial dos itens de cuidados com a pele, pessoas de todas as idades devem usá-lo, uma vez que ele ajuda a prevenir o envelhecimento precoce e doenças como o câncer de pele, o tipo de tumor maligno mais comum no Brasil.

2. Usar um FPS muito baixo: o FPS é uma sigla para Fator de Proteção Solar, que representa o tempo e eficácia que o produto poderá proteger dos efeitos dos raios solares. Ou seja, se sua pele é muito clara e demora cerca de cinco minutos para ficar vermelha, o FPS 30 vai fazer com que esse processo demore 30 vezes mais, aproximadamente 150 minutos, e assim por diante. E, no caso de maior exposição, como em praias ou piscinas, o ideal recomendado por dermatologistas é que o FPS seja mais alto, como um de fator 50, para proteger a pele com maior eficácia;

3. Passar a quantidade errada: o ideal é passar o equivalente a uma colher de chá de protetor solar no rosto, de acordo com dermatologistas, pois essa é a quantidade necessária para, de fato, cobrir a pele e impedir a passagem dos raios solares. E, quando usamos menos do que isso, é possível comprometer até mesmo o FPS, fazendo com que um protetor fator 50, por exemplo, atue como um de 30, ou menos;

4. Esquecer das pequenas áreas: ao passar protetor solar, é comum esquecer das pequenas áreas do corpo, como as orelhas, mãos, colo e peito do pé. Porém, é extremamente importante lembrar de aplicar o produto nessas regiões diariamente, para protegê-las das radiações UV e, em dias ensolarados, prevenir queimaduras e irritações na pele;

5. Não reaplicar ao longo do dia: outro erro muito cometido ao passar protetor solar é esquecer de reaplicá-lo. Em geral, os próprios rótulos e embalagens já indicam que a cada 3 horas, em média, o produto deve ser reaplicado em situações de maior exposição, após sudorese intensa, ou depois de se molhar com água e secar com toalha, e duas vezes ao dia se essa exposição não for intensa, para que sua eficácia não seja comprometida. Assim, é importante sempre levar um na mochila, principalmente em dias de muito calor, onde a transpiração contribui para que o produto saia mais rápido. 

Então, o que achou dessas dicas? Já cometeu algum desses erros ao passar protetor solar?

Lembre-se sempre que a pele é o maior órgão do corpo e não se esqueça das dicas que demos, assim, sua pele poderá ficar mais saudável e protegida em todas as estações do ano.

CONTEÚDOS RELACIONADOS

5 2 votes
O quanto este conteúdo te ajudou?
Inscreva-se
Me avise sobre:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp