Quais são os efeitos da poluição na pele?

Quais são os efeitos da poluição na pele?

Você sabia que a poluição do ar contém elementos tóxicos, como monóxido de carbono e fuligem, que são capazes de causar diversas doenças, inclusive dermatológicas? Por isso, é muito importante se proteger dos efeitos da poluição na pele.

E não é só na rua que acontece a exposição a essas substâncias, afinal, é comum que os poluentes acabem dentro de casa, como na fumaça da churrasqueira ou do cigarro, por exemplo, acumulando-se na pele. E, em contato com ela, os poros ficam obstruídos e aumentam a presença dos radicais livres.

Agora, para explicar em detalhes os malefícios causados pelos agentes poluidores, contamos com a ajuda da dermatologista e pesquisadora para Beyoung, Dra. Flávia Addor, trouxe ainda dicas de como evitar os efeitos da poluição na pele e também nos cabelos.

Os impactos da poluição na pele

As substâncias tóxicas presentes no ar dificultam o trabalho das células de proteção da derme e, por isso, são tão nocivas. “Na pele, muitos desses elementos reagem com nossos sistemas de defesa, provocando a oxidação”, explica a Dra. Flávia.

E é justamente esse processo de oxidação que leva à inflamação da pele, com o surgimento de alergias e outros problemas dermatológicos, uma vez que o acúmulo de poluentes também pode piorar condições de pele que já contam com quadros inflamatórios, como a acne e a rosácea.

Além disso, a combinação de radiação solar e poluição faz com que a pele fique mais vulnerável aos radicais livres – moléculas que também causam a oxidação, aceleram o envelhecimento da pele com o surgimento de sinais e manchas, e aumentam a dilatação dos poros.

Então, por todos esses motivos, é muito importante remover as partículas de poluição da pele de maneira correta, principalmente para quem vive em cidades grandes. E como fazer isso? Com passos de skincare para limpar e proteger a pele, como você pode conferir a seguir.

Como proteger a pele dos poluentes? 

A rotina noturna de cuidados com a pele é fundamental para minimizar os impactos da poluição. Assim, sempre tire a maquiagem à noite e lave o rosto antes de dormir, com um sabonete apropriado para o seu tipo de pele, sendo que a água micelar também pode ser usada para potencializar a limpeza do rosto e ajudar na remoção da make.

Além disso, pela manhã, você pode usar produtos com ativos antioxidantes, como a Vitamina C, que ajudam a neutralizar os efeitos dos poluentes, bem como o protetor solar, que também entra no time da prevenção durante o dia e, ainda que esses sejam passos básicos de skincare, contribuem muito para manter e preservar a saúde da pele.

Vale ressaltar ainda que, quem mora em cidades com o ar bastante poluído pode turbinar a rotina de cuidados com um “detox” para a pele. “Há máscaras faciais antioxidantes para essa finalidade, que combatem os efeitos oxidativos e inflamatórios da poluição”, orienta a dermatologista.

E existem outros dois hábitos que ajudam bastante a proteger a pele da poluição indoor, aquela que fica em ambientes internos: não fumar cigarros e evitar ficar em locais fechados com fumantes. 

Inclua os antioxidantes também na alimentação 

Ter uma alimentação balanceada, rica em frutas e verduras, e ingerir a quantidade adequada de água também são hábitos importantes para evitar os danos da poluição na pele. Outra dica é incluir no seu dia a dia os alimentos antioxidantes, como morango, framboesa e uva.

“A alimentação ajuda a neutralizar os radicais livres, que são as moléculas responsáveis pela oxidação, e o consumo de água melhora a eliminação de toxinas pelo organismo, através do suor e da urina”, esclarece a Dra. Flávia.

Alguns nutracêuticos, suplementos alimentares que trazem em sua fórmula compostos extraídos dos alimentos, também têm ação específica para combater a oxidação e a inflamação provocadas pelos poluentes. Nesse caso, o ideal é ter a orientação de médicos ou nutricionistas antes de consumí-los.

E os cabelos? Como protegê-los da poluição? 

As substâncias tóxicas presentes no ar também atingem o cabelo, e a Dra. Flávia explica: “o raciocínio para os efeitos da poluição no couro cabeludo é o mesmo da pele. Pode haver aumento da seborréia, inflamação e, em casos extremos, queda dos fios.”

Além disso, nos cabelos, os poluentes levam à oxidação das gorduras, deixando-os ressecados. “Uma boa solução é a higienização adequada aliada a condicionadores que protegem os fios, que devem ser aplicados apenas nas pontas dos cabelos, longe da raiz”, indica a Dra. Flávia. 

Proteja sempre sua pele da poluição 

Uma vez que todos os cuidados precisam estar alinhados às suas necessidades individuais, ressaltamos mais uma vez a importância de sempre fazer acompanhamento com dermatologistas no momento de realizar cuidados com a pele.

Mas, de forma geral, seguindo as dicas citadas anteriormente, que envolvem uma rotina de skincare e o uso diário de protetor solar, por exemplo, já é possível preservar a saúde do maior órgão do corpo e, assim, evitar muitos dos efeitos da poluição na pele, incluindo o envelhecimento precoce.

Dica extra Beyoung: você sabia que diversos produtos Beyoung oferecem ação antioxidante para a pele? Acqua Fix, Facial Essential FPS 50 e o corretivo Conceal + Repair são alguns deles e ajudam a combater os efeitos da poluição na pele.

CONTEÚDOS RELACIONADOS

0 0 votes
O quanto este conteúdo te ajudou?
Inscreva-se
Me avise sobre:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp