Dermatite Nervosa: saiba o que é e como evitá-la

Você já ouviu falar em dermatite nervosa? Essa coceira e vermelhidão na pele sem causa aparente é mais comum do que muita gente pode imaginar, tem uma origem e também tem tratamento. 

dermatite nervosa

Para tirar as dúvidas sobre o tema, convidamos a dermatologista e nutróloga Jackeline Mota, que nos conta tudo em um papo didático e especial sobre como identificar, tratar e, principalmente, evitar a doença.

O que é e como identificar a Dermatite Nervosa

A Dermatite Nervosa, também conhecida popularmente como alergia nervosa, é uma alergia que aparece após momentos de muito estresse ou problemas emocionais, podem surgir de forma localizada e em qualquer parte do corpo. 

Normalmente a dermatite nervosa se manifesta pelo surgimento de placas avermelhadas que descamam e coçam muito. E, aliado ao incômodo da coceira, próprio ato de coçar a região faz com que a lesão se mantenha ativa na pele.

Todos esses sintomas podem ser potencializados de acordo com a saúde emocional. Por isso, ao pesquisar sobre dermatite nervosa sintomas, o estresse pode aparecer como desencadeador principal. Contamos para você a seguir.

Saiba por que o estresse pode causar Dermatite Nervosa

A dermatite por estresse é um fato real. A Dra. Jackeline nos conta que essa  alergia é um resultado da alteração dos níveis de cortisol, também conhecido como “hormônio do estresse”, que controla o equilíbrio de  microbiota – definição ecológica do conjunto de microorganismos responsável por um ecossistema.

dermatite por estresse

O processo de desequilíbrio da microbiota se chama disbiose e, no caso da dermatite nervosa, o conjunto afetado é o intestino. Por isso, a forma principal de manifestação desse problema é na pele. 

As alergias nervosas podem surgir de forma localizada, como a dermatite nervosa no rosto, ou em qualquer outra parte do corpo. E, seja qual for o tipo, por ser um problema ligado a um hormônio cujos níveis são afetados por estresse, é preciso enxergar solução de maneira integral, holística, não apenas agindo sobre sintomas.

Dermatite Nervosa tem tratamento 

Uma vez ativa e diagnosticada, a Dermatite Nervosa pode ser tratada. A medicina está muito bem munida de cosméticos e remédios que visam o alívio das placas inflamadas para solucionar os tipos de alergias, desde dermatite nervosa no couro cabeludo (Dermatite seborreica) ou até mesmo um tipo crônico (Dermatite Atópica).

Como médica, Jackeline Motta recomenda o uso de pré e probióticos, bem como calmantes naturais, fitoterápicos ocidental e chineses; além de uma suplementação de vitaminas necessárias para ter uma pele saudável. 

Entretanto, apesar de saber que existe tratamento, é necessário entender que melhor do que tratar, é prevenir. Ainda mais se pensarmos que a raiz da Dermatite Nervosa pode causar outros danos para nossas vidas, por isso, deve-se ter  atenção ao emocional sempre.

Como evitar a Dermatite Nervosa

Veja algumas dicas de como é possível evitar a Dermatite Nervosa com apenas algumas mudanças em seu dia-a-dia:

  • Equilíbrio emocional;
  • Sono reparador;
  • Manutenção do funcionamento diário do intestino;
  • Evitar alimentos que inflamam;
  • Manter boa hidratação oral e da pele;
  • Evitar banhos demorados ou muito quentes.

A Dra. Jackeline Motta reforça a importância de manter a pele bem hidratada como forma de prevenção. A sugestão é criar uma rotina de banho saudável, incluindo o óleo de banho e fazer a aplicação de um bom hidratante. Já o uso de sabonete bactericida deve ser realizado apenas sob recomendação médica.

Veja quais são os tipos de Dermatite

Listamos para você quais são os tipos de dermatite mais comuns que podem aparecer na pele, além da Dermatite Nervosa, que é considerada atópica:

  • Dermatite Atópica;
  • Dermatite Alérgica;
  • Dermatite Esfoliativa;
  • Dermatite Herpetiforme;
  • Dermatite Ocre;
  • Dermatite Seborreica.

Pratique novos hábitos e tenha uma pele saudável 

Agora que você sabe mais sobre Dermatite Nervosa, que tal começar a praticar novos hábitos no seu dia-a-dia para relaxar o corpo e evitar a coceira e a vermelhidão intensa na pele?

dermatite nervosa tem cura?

Invista nos chás calmantes, camomila, erva cidreira, jasmim e maracujá, um bom escalda-pés para o relaxamento e técnicas de respiração e inspiração profundas, assim é possível diminuir o ritmo de estresse de forma natural e ter uma vida cada vez mais saudável.

 

Dra. Jackeline Mota – CRM 80714-SP
@dicas.da.dra.jacke

Compartilhe esse post:
Tell Us What You Think
0Like0Love0Haha0Wow0Sad0Angry

0 Comentário

Deixe um comentário

Fique por dentro
das novidades, receba dicas
e truques no seu email

© 2020 - beyoung.com.br | All Rights Reserved

Left Menu Icon
Right Menu Icon